Instituto Educacional Santa Catarina - FAG

"A busca contínua da verdade, a conservação, a construção e o desenvolvimento do saber para o bem da sociedade, concretizada e especificada a luz das ciências e tecnologia, da realidade do país e das necessidades de sua região." - Missão.

Histórico

Em 1998 foi desativado o Campus Universitário de Guaraí, mantido pela UNITINS, e para que a sociedade guaraiense não fosse privada do ensino superior, a Câmara Municipal de Guaraí aprovou, e o Prefeito Municipal, Sr. José Lomazzi Filho, sancionou a Lei Municipal nº 033, de 07 de dezembro de 1999, publicada no D.O.E. nº. 878, de 07/01/2000, que dispõe sobre a criação da Fundação de Desenvolvimento Educacional de Guaraí - FUNDEG, mantenedora do Instituto de Ensino Superior de Guaraí – IESG.

A FUNDEG, regida por um Estatuto, ficou sob a responsabilidade do Conselho Curador, e teve por finalidade a manutenção do Instituto de Ensino Superior de Guaraí - IESG, podendo firmar convênios, contratos ou acordos com instituições educacionais públicas e particulares, municipais, estaduais, federais e internacionais, na forma da lei.

O Parecer nº. 005/2000, aprovado em 27/01/2000, pelo Conselho Estadual de Educação do Tocantins, e o Decreto Governamental nº. 1.051, de 18 de outubro de 2000, publicado no D.O.E. nº. 910, de 14/04/2000, autorizaram o funcionamento do Instituto de Ensino Superior de Guaraí – IESG e a absorção dos cursos de Pedagogia e Letras do Campus Universitário de Guaraí mantidos pela UNITINS.

No primeiro semestre de 2003, foi implantado o curso de Administração de Empresas pelo Parecer CES/CEE-TO nº. 003/2003, aprovado em 31/01/2003, e pelo Decreto Governamental nº. 1.785, de 16/06/2003, publicado em Diário Oficial do Estado do Tocantins, nº 1.463, de 27/06/2003. No semestre seguinte, implantou-se o curso de Enfermagem pelo Parecer do CES/CEE-TO nº.121/2003, de 22/08/2003, e pelo Decreto Governamental nº. 1.843, de 04/09/2003. Em 2004/1, iniciou o curso de Agronomia pelo Parecer CES/CEE-TO, nº. 6/2004, de 30/01/2004 (Processo nº. 2003/2700/03888), e pelo Decreto Governamental nº. 2.027, de 17/03/2004, publicado no Diário Oficial de nº. 1.648. Para o semestre de 2009/1, foi aprovado o de Biomedicina, pelo Parecer CES/CEE-TO nº. 419/2008, aprovado em 19 de dezembro de 2008, pelo Decreto Governamental nº. 3.631, de 16 de fevereiro de 2009, e a sua Estrutura Curricular aprovada pela RESOLUÇÃO nº. 166 do CEE, de 19 de dezembro de 2008, porém a sua abertura ocorreu no segundo semestre de 2009. Em 26/11/2010, foi aprovado o Curso de Segunda Licenciatura em Pedagogia para Diplomados em Normal Superior, pelo Parecer do CEB/CEE-TO, nº 356/2010, (Processo n° 2010/2700/004991), porém, devido à falta de demanda, não houve abertura de turma. No primeiro semestre de 2011, foi autorizado o funcionamento do Curso de Direito e aprovada a Estrutura Curricular – CEE-TO, pelo Parecer nº 159/2011, aprovado em 13/04/2011, (Processo nº 2009/2700/005924).

Considerando que o termo Faculdade se aplica com maior rigor ao tipo de serviço educacional oferecido pela instituição mantida pela FUNDEG, mormente pelo fato notório do crescimento que se evidenciou pela criação de dois novos Cursos de Graduação, Administração e Enfermagem, e um de Pós-Graduação, lato sensu, Orientação Educacional, bem como o processo de implantação do Curso de Agronomia, a Câmara Municipal de Vereadores de Guaraí apreciou e aprovou o Projeto de Lei nº. 043/2003, de 14 de outubro de 2003. A lei nº. 036/2003, de 16 de outubro de 2003, “dispõe sobre a mudança da denominação de Instituto de Ensino Superior de Guaraí - IESG para FACULDADE GUARAÍ – FAG”.

A mudança efetuada não implicou em alteração nas atividades, projetos, contratos e planejamentos efetuados pela Instituição sob a antiga nomenclatura.

Em 2008, atendendo um Termo de Ajuste e Conduta entre o Ministério da Educação e o Ministério Público Federal, o estabelecimento caracterizado como Faculdades Públicas, não poderiam cobrar mensalidades. Assim como em outras localidades, o município não tendo obrigação de oferecer o ensino superior, através da FUNDEG, iniciou um processo licitatório para a venda de sua mantida. Atendendo ao Edital SERES/MEC Nº 01, de 09 de agosto de 2011 que regulamenta a migração do sistema estadual para o sistema federal, a Instituição, protocolou no sistema e-MEC a documentação necessária. Em audiência pública no dia 18 de outubro de 2011, o Instituto Educacional Santa Catarina - IESC, com sede no município de Jaraguá do Sul-SC, adquire a FAG. No dia 7 de janeiro de 2012, o IESC assume a direção e gestão da Faculdade Guaraí. Através da Portaria MEC n.º 105, de 7 de março de 2013 (DOU seção 1, n. 46, de 8 de março de 2013) o MEC aprova a transferência de mantença da Instituição para o Instituto Educacional Santa Catariana, com o compromisso de realizar melhorias e continuar oferecendo um ensino de qualidade aos seus alunos.

Em 2013, foi autorizado o funcionamento do curso de Ciências Biológicas – Licenciatura, pela Portaria MEC nº 540, de 23/11/2013 – D.O.U nº 208, de 25/11/2013 e o curso de Fisioterapia, pela Portaria MEC nº 538, de 23/10/2013. Ambos os cursos iniciaram suas turmas em 2014/1.

Em 2014, foi autorizado o funcionamento do curso de Educação Física – Licenciatura pela Portaria MEC nº 341, de 29/05/2014. A Abertura desta turma se deu em 2014/2.

Inserção Regional

O Estado do Tocantins está localizado a sudeste da região norte do país com uma área de 277.620 km². É um dos nove estados que formam a região Amazônica. A maior parte do território do Tocantins é formada por planícies e ou áreas suavemente onduladas. A metade do território do Tocantins (50,25%) é formada por áreas de preservação, unidades de conservação e bacias hídricas. O Estado do Tocantins possui área de 13.921.035 hectares que têm vocação para a produção agropecuária. O Tocantins possui o 4º melhor PIB – Produto Interno Bruto da região Norte do país e ocupa o 24º lugar no ranking nacional. Já com relação à taxa de crescimento anual o Estado do Tocantins ocupa o primeiro lugar do ranking registrando média de 52,6% nos últimos oito anos. A vegetação do Estado é formada pelo cerrado (87% do território) e divide espaço, sobretudo, com a floresta de transição amazônica. A metade do território do Tocantins (50,25%) é de áreas de preservação, unidades de conservação e bacias hídricas, fator este que grande número de animais silvestres habitam a região.

O município de Guaraí localiza-se na região central do Estado de Tocantins, distante 180 Km de Palmas, capital do Estado, e situa-se as margens da BR 153. O município é sede da 6ª Região Administrativa do Estado do Tocantins. Guaraí possui uma população estimada de 25.399 habitantes (IBGE, 2016) e um Índice de Desenvolvimento Humano Municipal - IDHM de 0,741 (IBGE, 2010).

A Faculdade Guaraí atende uma demanda acadêmica regional dos municípios vizinhos tais como, Presidente Kennedy, Fortaleza do Tabocão, Rio dos Bois, Miranorte, Miracema, Pedro Afonso, Rio Sono, Santa Maria do Tocantins, Itacajá, Itaporã do Tocantins, Itapiratins, Colméia, Couto de Magalhães, Goianorte, Pequizeiro, Centenário, Tupirama, Colinas do Tocantis, além de outros municípios tocantinenses e de Estados circunvizinhos, totalizando uma demanda populacional de 135.000 habitantes. O município e a região de Guaraí têm apresentado um crescimento populacional, pois além de abrigar recentemente uma base da Ferrovia Norte/Sul, tem-se instalado diversas indústrias na sua região.

Se geograficamente a Faculdade Guaraí está bem localizada, socialmente ela tem sido de grande importância. Esta região apresenta grande carência de profissionais em todas as áreas do conhecimento e, a Instituição de Ensino, têm contribuído para mudar essa situação, por meio do oferecimento de cursos alinhados com a vocação regional.

Diretor

 

O Professor Duarte, como prefere ser citado, obteve sua graduação em Ciências Biológicas pela Universidade do Sagrado Coração no ano de 1974. Iniciou sua profissão como biólogo e pesquisador, porém sua paixão e seus ideais o conduziram a cadeira acadêmica, que o se concretizou na outorga do título de Mestre no ano de 1989, e no titulo de Doutor no ano de 1995, pela Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho (UNESP).

Por muitos anos se dedicou a direção de laboratórios, grupos de pesquisas, clínicas integradas, coordenações de departamentos acadêmicos e de cursos de pós-graduação, entre outras atividades desenvolvidas pelas instituições por onde passou.

No ano de 2003 iniciou um de seus mais ousados projetos, construir uma Instituição de Ensino Superior, sustentado por seus princípios, valores e conhecimentos adquiridos no decorrer se sua vida. Em junho de 2004 a Comissão designada pelo MEC/SeSU, após análise e avaliação in loco, recomenda o credenciamento da Faculdade Jangada, autoriza os quatro cursos solicitados, aprova seu Regimento Interno e o Plano de Desenvolvimento Institucional do IESC, publicados no D.O.U. em 18 de outubro de 2004.

Em 2011, assume um novo desafio. Acreditando no idealismo e numa proposta pedagógica de outros idealizadores, através de processo licitatório, assume a Faculdade Guaraí – TO com os mesmos propósitos do IESC, formar profissionais capacitados e cidadãos cônscios, que através de suas habilidades e competências possam atuar e intervir na sociedade.

Profissional de carreira reconhecida em sua área de atuação, empresário visionário com destaque pelo seu poder de liderança e de motivação, exemplo de cidadão solidário, responsável e comprometido com seus projetos e com o futuro de seus netos.

Missão

"A busca contínua da verdade, a conservação, a construção e o desenvolvimento do saber para o bem da sociedade, concretizada e especificada a luz das ciências e tecnologia, da realidade do país e das necessidades de sua região."

Área administrativa

Estamos aqui

Av. JK, 2541 | Guaraí - TO

CEP 77.700-000

Fone: (63) 3464-1289